I made this widget at MyFlashFetish.com.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

DJ Filipe Guerra grava clipe para o VEVO em balada gay no Rio



“Love me or let me go” foi gravado com quatro câmeras e será lançado agora em abril.



DJ Filipe Guerra grava clipe para o VEVO, na Juke Box

Na noite de sábado (16), DJ Filipe Guerra encarou o calor do Rio de Janeiro para gravar o clipe do primeiro single “Love me or let me go”, durante a Juke Box “Colors”, na Estação Leopoldina, no Rio de Janeiro. O momento foi registrado por quatro câmeras. Filipe passou por uma sessão intensa de maquiagem para ficar com tudo perfeito na hora de rodar o clipe. Filipe Guerra está às voltas com o lançamento de um EP – um CD com seis faixas apenas – e que conta com participações muito especiais. O lançamento do clipe acontece final de abril e o chega à iTunes Stores e as lojas especializadas ainda este semestre.

E não basta apenas ser DJ, escrever e compor as músicas: Filipe produz, cria e tem o auxilio de equipe com mais três pessoas de sua inteira confiança para tratar de tudo que envolve o produto.

“To numa correria só, mas é o que eu realmente curto fazer”, contou o DJ nos bastidores. Além de Lorena Simpson, o EP vai contar pela primeira vez com um vocal masculino. “Vamos ter convidados bastante especiais como a Lorena [Simpson] e o Bernardo [Falcone], por exemplo. Muita coisa já está pronta, mas ainda faltam duas músicas para serem finalizadas”, revela. Filipe conta que algumas produções podem demorar apenas 15 dias para serem finalizadas. Outras, podem demorar meses. “Depende muito da disponibilidade do cantor. Essa nova música com a Lorena foi muito rápido. Em três dias estava com ela pronta, composta. Depois foi um pulinho pra produzir”, explica.



VEVO
Filipe é fã incondicional de tecnologia. Ele acabou de ler a biografia de Steve Jobs (por Walter Isaacson) e concorda que o criador da Apple é responsável pelo sucesso de muita gente que teria desaparecido sem apoio de grandes gravadoras. “No início eu distribuia muitos singles, pra mostrar meu trabalho. Quando surgiu o Napster, e posteriormente a iTunes Store, as pessoas como eu – que não eram famosas – puderam se aproximar das grandes gravadoras e se tornar conhecido. Ele mudou a vida de muita gente e é um bom começo colocar o trabalho no iTunes”, reflete o DJ que agora tem contrato com a Universal Music, uma das maiores gravadoras do mundo.

Aliás, a gravação do clipe é um trabalho que o DJ faz em conjunto com a produção do EP por conta do canal que ele possui no VEVO, reunindo os grandes nomes da música no YouTube. Para se ter uma ideia, Filipe é o primeiro DJ brasileiro a ter um canal no VEVO só dele. Podemos chamá-lo de Calvin Harris brasileiro ou de David Guetta – que possuem canais ali também? “Imagina! Eles são midas da música, monstros… Eu tô só começando e tendo o apoio da minha gravadora que acredita em mim!”, rebate com humildade.


sexta-feira, 5 de abril de 2013

FOLLOW YOU, NOVA MÚSICA DO DJ FILIPE GUERRA COM LORENA SIMPSON





Depois de um super jejum, a top dupla Dj Filipe Guerra e Lorena Simpson voltaram a fazer uma parceria musical, Follow You foi anunciado essa semana e promete bater o top single Brand New Day, maior sucesso da dupla.

Por enquanto apenas foi disponibilizado um pequeno tease, mas que já deixa um gostinho de quero-mais e que será muito tumulto nas pistas a fora.




segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

DJ Filipe Guerra: ‘Sucesso para mim é isso, mudar o que existe, romper com a mesmice’



Conhecido internacionalmente, o DJ Filipe Guerra é apaixonado por música e ainda jovem descobriu o seu talento. Como o seu próprio nome já diz, ele é guerreiro e nunca desistiu do seu sonho.

Quando criança, sempre ganhava discos da família de presente, o que o incentivou a seguir carreira e se realizar profissionalmente. “Entre 7 e 8 anos eu quebrava a vitrola de casa, tentando fazer scratches (movimentos nos discos típicos dos DJs), e ouvia praticamente todo dia rádio”, declarou ele, que gosta de ser desafiado e busca de todos os modos se aperfeiçoar para continuar como um dos DJs de destaque. “O desafio é fundamental para mim, me mantém vivo. Não dou chance para respirar e colocar as ‘pernas pro ar’”.

Filipe Guerra, que começou a carreira tocando em cerimoniais, como festas de casamento, hoje é conhecido internacionalmente com seus hits “Brand New Day” e “Breath Again”. O DJ, no entanto, promete não parar por aí e deve lançar em breve um novo álbum que vai contagiar a galera.

“Estou indo devagar. Quero lançar algo que tenha minha essência e que traga algo diferente de tudo o que eu já fiz”, revela Filipe Guerra, que avalia que o seu sucesso ocorreu, principalmente, pela divulgação do seu trabalho na Internet. “Não existe sucesso falso na Internet. É direto e rápido. As pessoas reagem no mesmo instante ao seu trabalho e isso influencia bastante na minha música”, declara. “Acho que o mundo ainda não conhece o Filipe Guerra de verdade. Tenho que trabalhar mais e mais”, cravou.

Confira a entrevista que ele concedeu ao AT11.

AT11: Como foi sua infância?
Filipe Guerra: Um menino apaixonado por discos de vinis. Meu pai gravava todo sábado o Cassino do Chacrinha e era minha diversão ver isso durante a semana, aos 3 anos de idade. Meus presentes sempre eram discos, que logo se transformaram em fitas cassetes. Aos 7 ou 8 anos quebrava a vitrola de casa, tentando fazer scratches (movimentos nos discos típicos dos DJs), e ouvia praticamente todo o dia rádio. Gravava em cassete os programas de Mixagem da época. Sempre fui apaixonado por Dance Music. Lembro quando ganhei o vinil do Technotronic - Pump Up The Jam, tinha uns 6 anos na época.

AT11: E a adolescência?
Filipe Guerra: Respirava música pop e consumia toda essa cultura, de boybands a rock comercial. Nessa época eu tinha uma rádio na escola. Foi ai que comecei a colocar música para as pessoas ouvirem. Ser DJ começou nas festinhas do colégio e foi tomando um rumo mais profissional.

AT11: Onde você estudou? Como foi sua passagem pela escola, amizades?
Filipe Guerra: Eu fui criado no interior de Pernambuco e estudava numa excelente escola de freiras. Sempre era o representante de classe ou sempre estava metido em alguma coisa da escola relacionada à arte, seja teatro ou em música. Tinha “carta branca” da diretoria da escola, participava do jornal e do projeto da rádio interna. Era amigo de todos, me tornava conhecido por causa dessas funções que eu me metia.

AT11: Quais as principais lembranças desta época?
Filipe Guerra: Era uma época sem internet, éramos mais ingênuos, tudo era menos rápido, menos efêmero. Uma música durava meses nas paradas de sucesso. Acho que minha geração, nascida nos anos 80, foi a última a colecionar as coisas. Gostava de sentir o cheiro do vinil e do encarte.

AT11: Em suas palavras, como se definiria hoje?
Filipe Guerra: Um aprendiz com os acertos e erros, que jogou tudo pro ar e acreditou na música e em si.

AT11: Como descobriu seu talento para carreira de DJ?
Filipe Guerra: Colecionava CDs, gastava toda minha mesada com isso. Comprava 20 CDs por mês. Tinha todas as músicas do momento, então acabava sendo chamado para levar meus CDs para as festas dos amigos da escola e acabava tomando conta do som.

AT11: Quem foram seus principais incentivadores?
Filipe Guerra: Meu pai foi o maior incentivador de todos. Quando eu fiz 15 anos, ele falou: "Agora você vai ter que ganhar seu próprio dinheiro". E me deu um equipamento de som e de luzes. Comecei a alugar para festas e com isso comprei meus equipamentos de DJ. Desde pequeno ele me incentivava na música, tinha violão, teclado, bateria eletrônica. Alguma coisa na música ele queria que eu seguisse.

AT11: Quem são referências para você quando pensa em sucesso?
Filipe Guerra: Tenho três ídolos brasileiros que para mim são referências de sucesso: Luis Gonzaga, meu conterrâneo, que deixou Pernambuco e conseguiu mudar a música popular brasileira; Ivete Sangalo pelo carisma que ela transmite e toda sua trajetória como artista, sempre batalhou pelo seu ideal; e Machado de Assis, que sou fã incondicional. Ele quebrou paradigmas na sua época e mostrou uma realidade que não estávamos acostumados a ler na literatura brasileira. Sucesso para mim é isso, mudar o que existe, romper com a mesmice.

AT11: A área que escolheu trabalhar era vista, há alguns anos, com certo preconceito por algumas pessoas. Como foi o começo da sua carreira, principais desafios?
Filipe Guerra: No início, eu tocava em cerimoniais, como festas de casamento. Teve uma vez que a noiva não queria que o DJ aparecesse, principalmente as caixas de som e os fios dos equipamentos. Hoje o DJ é fundamental. Eu já acompanhei a geração do DJ sendo tratado como ídolo pop. Não tive dificuldades.

AT11: Teve algum dia na sua carreira que já pensou em desistir?
Filipe Guerra: Desistir como DJ ou produtor, nunca. Mas em 2008 eu pensei em voltar para Recife e retomar a faculdade de publicidade que larguei no último ano para morar no Rio de Janeiro. Também tenho vontade de lecionar letras ou comunicação. Acho que isso é um sonho para um futuro muito distante. A música é minha respiração.

AT11: Como está sua carreira hoje?
Filipe Guerra: Acredito que construí uma solidez nesses últimos três anos. Foram noites e noites sem dormir, pesquisando novos sons, aperfeiçoando minha produção, a música que eu quero levar para as pessoas. Estou em transformação, sou meu maior inimigo. Eu nunca estou satisfeito com meu trabalho, sempre acho que posso melhorar. Eu gosto dessa insegurança para criar.

AT11: Você é considerado um dos maiores nomes da nova House Music brasileira.Como observa a situação? Aumenta a sua responsabilidade? Como é ser uma figura reconhecida em todo o mundo?
Filipe Guerra: Em menos de quatro anos como DJ e produtor eu criei meu estilo próprio, que se tornou referência. Consegui vários 1º lugares em rádios. Ainda não caiu a ficha de tanta coisa que eu conquistei tão rápido. Era tudo tão desejado e parece que eu não aproveito o que eu consegui. Coloco mais cargas para carregar. O desafio é fundamental para mim, me mantém vivo. Não dou chance para respirar e colocar as “pernas pro ar”. Acho que o mundo ainda não conhece o Filipe Guerra de verdade, tenho que trabalhar mais e mais.

AT11: Você acabou de lançar o single "After All" que conta com a participação da cantora Jullie. O single está fazendo o maior sucesso e está nos Trend Topics Brasil. Como você usa esse sucesso da Internet para impulsionar ainda mais a sua carreira?
Filipe Guerra: A internet sempre foi a melhor divulgação do meu trabalho. Sou resultado da internet. Desde quando eu morava em Recife, eu mandava minhas produções para as rádios do eixo Rio de Janeiro - São Paulo. Conheci muita gente da cena da Dance Music Nacional pelas redes sociais e tive a sorte de estar no momento, na hora certa e com as pessoas certas. Hoje tenho 35 mil seguidores na minha página oficial do Facebook. Analiso todas as mensagens e tudo que as pessoas desejam ali. Não existe sucesso falso na Internet. É direto e rápido. As pessoas reagem no mesmo instante ao seu trabalho e isso influencia bastante na minha música. É o famoso boca a boca, de uma maneira pulverizante.

AT11: Como foi participar do Freedom On Board, o maior cruzeiro de música eletrônica da América Latina?
Filipe Guerra: Participar dos eventos da Energia 97 FM é sempre um grande prazer. Tenho um carinho por todos da equipe. É uma festa que não para e a aproximação com o público que está três dias seguidos com você é a melhor coisa.

AT11: Você retornou de um grande tour pelo México e vai lançar um aplicativo para Iphone e Ipad. Quais os próximos passos, projetos futuros?
Filipe Guerra: Espero finalizar meu álbum, que é um projeto antigo. Estou indo devagar, quero lançar algo que tenha a minha essência e que traga algo diferente de tudo que eu já fiz.

AT11: O DJ Danny Tenaglia disse que "não gosta de ser associado a um tipo específico de público". E você, como avalia a situação?
Filipe Guerra: Eu quero ser associado com o público que goste da minha música. Não tem essa de grupo. Quem gosta de música gosta, independente de idade, cor ou credo.

AT11: Como observa o abuso da utilização de drogas nos eventos e festas?
Filipe Guerra: Infelizmente é a parte ruim da noite em geral. As pessoas poderiam usar a música como sua droga. Ela é a única coisa que vicia e faz bem.

AT11: Como resolver o problema?
Filipe Guerra: É difícil resolver esse problema. Primeiro que o consumo de drogas não está apenas nos clubes ou festas. Quem usa drogas, usa em qualquer lugar. Não adianta o governo criar leis proibitivas. Acho que a solução é acabar com o tráfico de drogas, que está muito além das favelas, como nos grandes condomínios de luxo. Porém, aí a gente já entra no direito de ir e vir de cada um, é bem complicado. Eu acho que usar drogas é um caminho de energia baixo astral.

AT11: Gostaria de deixar um comentário para finalizar a entrevista?
Filipe Guerra: Agradeço a entrevista que deu a oportunidade para os leitores conhecerem um pouco mais sobre mim.

Principais frases da entrevista:

“Sempre fui apaixonado por Dance Music. Lembro quando ganhei o vinil do Technotronic - Pump Up The Jam, tinha uns seis anos na época”.

“Ser DJ começou nas festinhas do colégio e foi tomando um rumo mais profissional”.

“Gostava de sentir o cheiro do vinil e do encarte”.

“A música é minha respiração”.

“Eu nunca estou satisfeito com meu trabalho, sempre acho que posso melhorar. Eu gosto dessa insegurança para criar”.

“O desafio é fundamental para mim, me mantém vivo”. Não dou chance para respirar e colocar as “pernas pro ar”.

“Acho que o mundo ainda não conhece o Filipe Guerra de verdade, tenho que trabalhar mais e mais”.

“Não existe sucesso falso na internet. É direto e rápido. As pessoas reagem no mesmo instante ao seu trabalho e isso influencia bastante na minha música”.

“Eu quero ser associado com o público que goste da minha música”.

“As pessoas poderiam usar a música como sua droga. Ela é a única coisa que vicia e faz bem”.

DJs esclarecem polêmica envolvendo Wanessa

Nesta sexta-feira (06) o Portal PS publicou uma matéria contando uma briga de egos entre DJs da cena do mainstream brasileiro. Alguns produtores musicais, que trabalham com DJs como Filipe Guerra, estariam acusando o produtor Mr. Jam de plágio de uma música .


 



Por citar o nome do DJ Filipe Guerra – que ganhou alguns prêmios por conta da parceria com Lorena Simpson no mega hit “Brand New Day” – o artista entrou em contato com o Portal PS para esclarecer algumas coisas. Mesmo que a matéria não tenha menção alguma sobre a origem das acusações, apenas informando a saída dele da MaxPop [produtora que cuida da carreira de alguns nomes do mundo da música eletrônica] por conta da produção da música de Wanessa, ele se manifestou: “A única coisa que eu citei no meu twitter sobre isso, foram as seguintes palavras: “Eu fico tão orgulhoso em saber que a Wanessa tá copiando uma idéia minha. Filipe Guerra Feat. Lorena Simpson. Me sinto orgulhoso disso!”", disse em e-mail enviado à redação do Portal PS.

Ele continua ainda explicando a situação: “Falo em relação ao projeto dela focado ao público gay junto com o Mister Jam, ex-colega de trabalho na empresa qual eu fazia parte Maxpop Music. E não sobre plágio de música.” A nossa produção retornou o e-mail ao artista que ainda não nos respondeu.

A assessoria de imprensa da cantora Wanessa, diz que ela apenas foi convidada e aceitou a proposta de cantar a música que foi produzida pelo Mr. Jam. “Ela apenas cantou uma música que veio pronta”, disse o assessor Roberto Rodrigues que atendeu prontamente o Portal PS.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Filipe Guerra grava clipe e revela planos para 2013: 'Quero levar a dance music para todos os lugares'

                                   ENTREVISTA A CARAS ONLINE


Depois de trabalhar com Preta Gil e se apresentar no TV Xuxa, da Globo, o produtor e DJ Filipe Guerra comemora 2012 e adianta planos para o próximo ano: um EP, videoclipe e a parceria com a cantora Lorena Simpson







O produtor e DJ brasileiro Filipe Guerra (27) tem muito que comemorar. Depois de trabalhar com Preta Gil (38) e ser destaque do TV Xuxa (Globo) em 2012, o artista se prepara para lançar o primeiro EP da carreira e o clipe da música Moving On, com a cantora norte-americana Jenna Ferris (23).

De acordo com ele, o seu objetivo é espalhar a dance music por todos os lugares. “Este ano foi um dos melhores da minha carreira. Tive um crescimento profissional e o pessoal também. Busquei ampliar o meu público e levar a dance music nacional para todas as partes do mundo, não só ficando restrito aos clubs”, declarou Filipe à CARAS Online.

A nova produção foi gravada em São Paulo e também em Orlando, na Flórida, onde a vocalista mora, e deve estrear até o fim do ano. “Gravamos durante o início da passagem do furacão Sandy e muitas passagem tiveram que ser feitas às pressas, antes que a ventania interrompesse tudo”, revelou.

Dirigido pela AJ Carroll, o clipe mostra uma mulher que acaba de terminar o namoro e começa a relembrar os momentos felizes e tristes do relacionamento. “Toda a história é embalada por uma festa, na qual ela revê o ex”, adianta.

Ainda para 2013, ele promete reafirmar a parceria com a cantora Lorena Simpson (25), responsável ao seu lado pelos hits Brand New Day e Breathe Again. Sucesso!

Fonte : Caras On Line Revista

Dj Filipe Guerra Estréia Canal Na Vevo

                                                      DJ FILIPE GUERRA 




Dj Filipe Guerra tem novo canal de comunicação ! o artista é o primeiro Dj/Produtor brasileiro a ter um  espaço oficial e exclusivo na vevo , a maior plataforma de clipes do mundo . A estreía do canal aconteceu com o video  de “Moving On”  , seu recente single em parceria com a Cantora Norte-Americana Jenna Christine.

Em Entrevista Ao Site Da Revista Caras , Filipe Guerra contou que as gravações foram aconteceram em  São Paulo e na Flórida , onde a cantora mora , as gravações aconteceram as pressas por causa da passagem do  Furação Sandy pelas locações do vídeo , que tem locações de AJ Carroll e não fica devendo em  nada á outras produções internacionais.

A Música Eletrônica não para de ganhar espaço no Brasil , vem sendo muito bem reconhecida das noitadas do País .


Fontes : http://paroutudo.com/2012/12/18/filipe-guerra-estreia-vevo/ 

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Feel Alive Ganha Remixes 2012

                                  FILIPE GUERRA FEAT. NALAYA - FEEL ALIVE 


                   
 #NUMBER 01 BRASIL


#NUMBER 01 MEXICO